Porque é que o peixe é tão importante?

DestaqueDicas

O peixe é uma excelente fonte de proteínas, e uma autêntica reserva de vitaminas e sais minerais. A quantidade de proteínas contida no peixe varia entre 15 a 25%, quantidade mais ou menos equivalente à da carne. Estas proteínas, indispensáveis à renovação celular, têm um elevado valor biológico, e o seu equilíbrio em aminoácidos, constituintes das proteínas, está perfeitamente adaptado as necessidades do nosso organismo.

O peixe, sobretudo o do mar, é especialmente rico em iodo e também em fósforo, potássio e sódio. Fornece também quantidades apreciáveis de vitamina B, nutriente que intervém no metabolismo celular.

Por outro lado, os peixes gordos, fornecem grandes quantidades de vitamina D, que protege os teus ossos. O óleo extraído do fígado de algumas espécies de peixe é extraordinariamente rico em vitamina A, a vitamina do crescimento e da visão. As vitaminas A e D concentram-se no fígado dos peixes magros e na carne dos peixes gordos.

Os peixes podem ser distinguidos de acordo com a quantidade de gordura:

Peixes brancos ou magros (menos de 5% de lípidos)

-Bacalhau, carpa selvagem, dourada, pescada, faneca, perca, pescadinha, abrótea, pregado, tamboril, raia, garoupa, sardinha, truta selvagem.

Peixes azuis ou gordos (mais de 10% de lípidos)

-Enguia, atum, lampreia, salmão, sável.

Todas as espécies são pobres em colesterol, e têm outra vantagem, contêm gordura de boa qualidade, constituídos essencialmente por ácidos gordos polinsaturados.

Estudos científicos, demonstraram que estes ácidos gordos, ausentes no resto dos alimentos, atuam sobre o organismo protegendo o sistema cardiovascular.

O valor calórico do peixe é baixo, de acordo com a quantidade de gordura. Deste modo, os peixes magros fornecem uma média de 90kcal por cada 100g; os peixes semigordos têm 150kcal e os peixes gordos, 190kcal.

É igualmente de salientar que o peixe tem a vantagem de ser muito digestivo. A sua digestão é facilitada pela ausência de tecido conjuntivo e por ser relativamente pobre em gorduras de má qualidade.