Porque comemos sem fome?

DestaqueDicas

Possivelmente são muitas as vezes que come sem fome.  Come porque os outros estão a comer, come porque não tem nada para fazer. Come por está ansioso ou come porque está triste.

É importante ter consciência destes comportamentos alimentares a alterá-los, pois caso contrário poderá aumentar o peso e isso acabará por o deixa triste. A primeira coisa a fazer é identificar as razões pelas quais está triste, ansioso ou aborrecido.

Outras vezes, as razões pelas quais tem mesmo muita necessidade de comer estão relacionadas com questões fisiológicas do seu metabolismo, que também importante identificar.

Segundo a especialista canadiana Marcia Sirota, a dieta permanente e a compulsão alimentar são simplesmente dois lados da mesma moeda, ambos surgindo da necessidade de lidar com as mágoas da infância, perdas identificadas e perdas não identificadas, tal como o sofrimento na adolescência, podendo este ser consciente ou inconsciente.

Diz a mesma autora: “Não importa o seu tamanho, se não conseguir para de pensar na comida ou no peso e se não consegue parar de comer compulsivamente, ou se não consegue deixar de fazer restrições permanentes, então, estará infeliz preso na prisão da dependência alimentar”.

A dependência tornou-se tão frequente atualmente, e é um processo tão difícil de tratar, que se tornou uma doença tal como o cancro ou diabetes.

Caso seja uma dessas pessoas, que come por ansiedade, tristeza ou outras emoções, o principal é tratar as razões que o fazem comer por conforto e não por fome. Muitas vezes, isto é feito inconscientemente sem que se aperceba e por isso o primeiro passo é tomar consciência de que come de forma emotiva.